30 de set de 2010

Hoje, meu bem..

Daquilo que é óbvio, daquilo que nos faz um tanto bem maior, daquilo que nos faz amadurecer diariamente: A capacidade que a gente tem de olhar no olho, de agradecer, de poder dialogar, críticar com sensibilidade, com coragem. Que a gente saiba valorizar cada momento nosso, porque todo mundo aqui já está automaticamente em extinção; Só existe um de cada um de nós. Que a gente saiba cuidar muito disso.(F.A)

28 de set de 2010

Ninguém é escritor por ter decidido dizer certas coisas,
mas por haver decidido dizê-las de um determinado modo.
(Jean Paul Sartre)


Decidi te escrever de modo determinado, fácil e doce. 
Há certas coisas que não se dizem, sente só. 
Todo meu querer-te-bem aí do seu lado. 

25 de set de 2010

É hora.

de D E S A N U V I A R !
A R !
A R !

24 de set de 2010

Júbilo



Fome de sossego. Fome de quietação, de bem estar, de coração repousado em uma nuvem de paz. Fome de serenidade, placidez, de coração tranqüilo.  
Fome de presente bem vivido, de passado bem guardado e futuro concebido. Fome de crescer, evoluir, somar em pensamentos, traduzir e perpetuar. Fome de perdão, de temperança, fome de esforço.
Fome de música leve em meus ouvidos: Filha estou aqui. Fome de esvaziar o que me torna pequena, de zerar meus preconceitos, de ser mais coração que cabeça, de deixar o vento me levar.
Fome de não me sentir cheia, de ser maior que obstáculos, de matar um leão por dia. Fome de entendimento. Fome de direção, de um caminho certo, de seguir. Fome de não ter medo de chorar de sorrir de viver. 
Fome de enfim ser, em alto e bom som tudo o que me constrói por dentro. 
Exteriorizar.
Estou faminta de minhas satisfações. 

Aqui jazz, uma pessoa saciada. 

21 de set de 2010

Correria.


 Meu ilusório tempo,
Quando eu era quatorze diziam que depois dos quinze, o tempo passaria rápido e eu deveria ter levado isso mais a sério. Meus futuros vinte daqui a pouco estarão batendo na porta, e nem adianta o Bial dizer que as pessoas mais interessantes que ele conheceu não sabiam o que iriam ser até os vinte e tantos. Não cola, não mesmo.
Antes tudo era para amanhã. Amanhã eu resolvia, amanhã eu dormia, amanhã eu pensaria. E o meu amanhã passou voando, nem o hoje deu o ar da graça. Veio logo o ontem. A fragmentação do meu tempo deixou a vida mais cansada.
O ontem se faz constante hoje.
Ontem eu deveria ter resolvido, ontem eu deveria ter dormido, ontem eu deveria ter pensado...
Ontem eu deveria ter aproveitado o tempo porque amanhã já é tudo pra ontem.
Eu nasci assim.
Eu cresci assim
Eu sou mesmo assim
Vou ser sempre assim
(j.a)

18 de set de 2010

quase sem querer ...

Tenho andado distraído,impaciente e indeciso,e ainda estou confuso.
Só que agora é diferente, estou tão tranqüilo e tão contente...

E eu sei que você sabe, quase sem querer que eu vejo o mesmo que você...

Tão correto e tão bonito,o infinito é realmente um dos deuses mais lindos
Sei que às vezes uso palavras repetidas
Mas quais são as palavras que nunca são ditas?

Me disseram que voce estava chorando e foi então que eu percebi como lhe quero tanto...

E eu sei que você sabe
Quase sem querer
Que eu quero
O mesmo que você...

(R.R)

17 de set de 2010

Sabia que ia acontecer você, um dia.
(chicobuarque)

15 de set de 2010




A tentativa de se expressar, de exorcizar o que te corrói o peito, de aliviar os pensamentos, já vale a pena. Mesmo que o texto não faça sentido, que as palavras não tenham coerência alguma, que não haja entendimento do leitor, mesmo que pareça um monte de besteiras sem nexos. Vale a pena, sim. Porque de alguma forma a escrita impulsiona a seguirmos em frente, suaviza nossos impulsos e abre caminhos para mudarmos nosso modo de olhar o mundo.
A vocês que escrevem por prazer, por amor, por gostar, por qualquer que seja o motivo, desejo um caminho extenso para que suas palavras encantem cada pedaço de papel, seja pela simplicidade, intensidade, objetividade ou até mesmo pela incoerência. Que a escrita não caia na linha tênue das banalidades. Que sejam iluminadas cada ponta de lápis.

E vivi grandes merdas por aí, conheci canalhas e acreditei no que eles disseram, sofri como um condenado. Rastejei, quis matar, chorei, dei murro nas paredes, liguei, não atendi, pensei em virar freira, hibernar e, sobretudo sofri, mesmo sabendo sempre que eu era superiormente melhor e que jamais eles encontrariam uma pessoa a minha altura.
Era uma bosta, acordar, passar raivas, sentir como um flagelado em busca de um abraço que me salvasse do mal do mundo, me doar tanto, ser honesta e não receber nada além do “você não fez mais que sua obrigação”. A vida era um cocô que só. E como todo ser humano eu me sentia injustiçada e me perguntava por que justo comigo? Qual o motivo de tanta coisa ruim? De tanto tiro pelas costas?

E só agora tive respostas.
A gente precisa passar por tudo isso, precisa sentir um nada, um lixo, um ser jogado no mundo, precisa passar pelo desespero, precisa sentir a sensação de derrota, impotência e incapacidades. Precisa sofrer amargamente, para que quando a felicidade passar por nós, tenhamos a altivez de reconhecê-la com clareza e não deixa-la escapar de modo algum. Porque é lindo, é mágico, é do bem, é simples. E só quem passou por tudo isso sabe o valor desse encontro, porque ele é completo e livre de qualquer entendimento.

Há tempo certo para tudo.  

12 de set de 2010

sem palavras e um pouco infeliz. Deixo Chico falar por mim.
um abraço da mãe, ajudaria bastante. 

Chico Xavier costumava ter em cima de sua cama uma placa escrita: ISSO TAMBÉM PASSA! Então perguntaram a ele o porquê disso... Ele disse que era para que quando estivesse passando por momentos ruins, se lembrar de que eles iriam embora, que iriam passar, e que ele estava vivendo isso por algum motivo. Mas essa placa também era para lembrá-lo de que quando estivesse muito feliz, não deveria deixar tudo para trás e se deixar levar, porque esses momentos também iriam passar e momentos difíceis viriam novamente. É exatamente disso que a vida é feita, momentos. Momentos que TEMOS que passar, sendo bons ou não, para o nosso próprio aprendizado. Nunca esquecendo do mais importante:
. NADA NESSA VIDA É POR ACASO.
Absolutamente nada. Por isso temos que nos preocupar em fazer a nossa parte, da melhor forma possível.. A vida nem sempre segue o nosso querer,
Mas ela..

É PERFEITA NAQUILO QUE TEM QUE SER !
Chico Xavier

11 de set de 2010

Paul engoliu em seco, fixou os olhos nos sapatos. Pelo resto da vida, percebeu, haveria de sentir-se dilacerado assim, consciente da inconveniência de Phoebe, das dificuldades enfrentadas por ela pelo simples fato de ser diferente no mundo, e, no entanto, impelido para além de tudo isso pelo amor direto e franco que ela era capaz de sentir.
Sim, pelo amor dela. E também, como percebeu, inundado por aquelas notas, por seu próprio amor por ela, um amor novo e estranhamente descomplicado.

(O guardião de memórias)
.
Deixa o cara queimar o Alcorão, seu Deus não está nem ai pra papel, ou para as palavras que você homem escreveu. Para de ser assim Mundo. Enquanto preocupa com o vasto, meu irmão morre de sede, de fome, de doença. O ser humano tem bicho lá, só pode ser isso, não sabe ficar quieto. Aliais pra que queimar um livro, CO2 no mundo é que não falta. Para com isso, que chatice, que canseira, que preguiça de viver.Ta tudo errado, o pastor, os mulçumanos, eu, você. Deixa 11 de setembro pra depois, deixa sua dor de cotovelo, deixa o pensamento pequeno, joga no lixo e muda Mundo. Só isso, é tão simples. Perder tempo discutindo se queima ou não, é desperdício de vida. Que pena sermos tão pequenos assim.

10 de set de 2010

Então..


  • Decisões precisam ser ponderadas, para que depois de feitas, não ocorra o arrependimento.
  • Decisões precisam ser tomadas com todo cuidado, para que depois não sofra.
  • Decisões precisam ser feitas com certezas, para que depois não fique no seu pensamento aquela velha frase: tudo poderia ser diferente.

Ponderou? Tomou? Teve certeza? Ok, decisão feita.
Você achava que seu namoro não dava mais certo, que estava perdendo oportunidades de viver livre, que ele não te completava tanto assim, que você precisava expandir suas fronteiras, conhecer gente nova, curtir com as amigas. Enfim, você tomou uma difícil decisão, terminar um relacionamento. E durante muito tempo, esteve bem, segura, não passou por sua cabeça nenhum pensamento de retornar aos braços daquele menino, mesmo que este tivesse deixado claro que te queria por perto. Você se manteve certa de sua escolha. E não deixou de viver, de conhecer, curtir, admirar tudo que não vivia por pensar estar presa. O menino sofreu calado, ficou mal, justo ele que sorria tanto, mas ele foi forte e entendeu sua escolha. Seguiu sua vida, estudando, pensando no futuro.

E assim começa sua agonia.

O menino encontrou uma menina, que também sofria calada. E eles foram sinceros um com o outro. E assim deu início uma nova fase na vida deles. Algum tempo se passou e o menino começou a sorrir, a cantar, a falar, a abraçar, a beijar a testa daquela menina e então eles deram à mão.
E você? Soube disso e perdeu a razão. Começou a ligar para o menino, mandar mensagens, tentando de alguma forma reaver sua decisão. Mas você não percebe? Passou tempo demais, é tarde, ele hoje está onde queria está. E você pode estar correndo o risco de perder a única coisa que sobrou no coração dele sobre o relacionamento passado, o respeito. A menina até fica chateada ao saber que você continua correndo atrás, falando coisas para reconquistá-lo, até pensa que você nada mais quer do que estragar um encontro tão bonito e sincero como o deles. Mas logo passa, ela sabe que é ato desesperado seu, que ele nem em pensamento pensa em deixá-la para voltar ao passado, ela sabe que os olhos dele brilham hoje por razão dela. E por isso fica quieta, não briga com o menino, que não tem culpa de você ser insegura e não saber o que  realmente quer da vida. Eles fazem desses acontecimentos, um ponto de fortalecimento. E assim, cada palavra sua fortalece mais o sentimento deles, cada ligação sua estrutura a base sólida desse querer bem.

Tudo bem, você está triste , chora e sofre por ter sido tão egoísta e pensado só em você. Não cometa o erro do egoísmo de novo, não tente atrapalhar o menino, o deixa ser feliz, todo mundo percebe o quanto eles estão em sintonia, um ajudando o outro, rindo por aí, o deixa ser alegre. O deixa em paz, pela menina e por ele. Busca evoluir seus pensamentos, tente achar alguém que te faça feliz, seja honesta e mantenha o respeito por você mesma. Encante o mundo. Ninguém quer te ver sofrendo não, só entenda que sua vez passou, foi bonito tudo que viveram, mas encerrou o ciclo.

A menina não quer faltar com educação com você, ela entende sua dor, mas entenda o lado dela. A menina escreveu esse texto, com palavras simples e um pouco de lirismo para você entender que suas atitudes estão sendo desonestas. Não faça mais isso, cuide do seu futuro, que há de ser bonito como o deles. 

marina gontijo.

9 de set de 2010

Vem você e me trata tão bem. Estraga tudo.Mania de ser bom moço, coisa chata.
Eu nunca mais quero ouvir que você só tem olhos pra mim, ok? E nem o quanto você é bom filho. Muito menos o quanto você ama crianças. E trate de parar com essa mania horrível de largar seus amigos quando eu ligo. Colabora, pô. Tá tão fácil me ganhar, basta fazer tudo pra me perder.
E lá vem ele dizer que meu cabelo sujo tem cheiro bom. E que já que eu não liguei e não atendi, ele foi dormir. E que segurar minha mão já basta. E que ele quer conhecer minha mãe. E que viajar sem mim é um final de semana nulo. E que tudo bem se eu só quiser ficar lendo e não abrir a boca.
Com tanto potencial pra acabar com a minha vida, sabe o que ele quer? Me fazer feliz. Olha que desgraça. O moço quer me fazer feliz. E acabar com a maravilhosa sensação de ser miserável. E tirar de mim a única coisa que sei fazer direito nessa vida que é sofrer. Anos de aprimoramento e ele quer mudar todo o esquema. O moço quer me fazer feliz. Veja se pode.
Não dá, assim não dá. Deveria ter cadeia pra esse tipo de elemento daninho. Pior é que vicia. Não é que acordei me achando hoje? Agora neguinho me trata mal e eu não deixo. Agora neguinho quer me judiar e eu mando pastar. Dei de achar que mereço ser amada. Veja se pode. Anos servindo de capacho, feliz da vida, e aí chega um desavisado com a coxa mais incrível do país e muda tudo. Até assoviando eu tô agora. Que desgraça.
Ontem quase, quase, quase ele me tratou mal. Foi por muito pouco. Eu senti que a coisa tava vindo. Cruzei os dedos. Cheguei a implorar ao acaso. Vai, meu filho. Só um pouquinho. Me xinga, vai. Me dá uma apertada mais forte no braço. Fala de outra mulher. Atende algum amigo retardado bem na hora que eu tava falando dos meus medos. Manda eu calar a boca. Sei lá. Faz alguma coisa homem!
E era piada. Era piadinha. Ele fez que tava bravo. E acabou.  Eita homem pra me beijar. Coisa chata.
Minha mãe deveria me prender em casa, me proteger, sei lá. Onde já se viu andar com um homem desses. O homem me busca todas as vezes, me espera na porta, abre a porta do carro. Isso quando não me suspende no ar e fala 456 elogios em menos de cinco segundos. Pra piorar, ele ainda tem o pior dos defeitos da humanidade: ele esqueceu a ex namorada. Depois de  anos me relacionando só com homens obcecados por amores antigos, agora me aparece um obcecado por mim que nem lembra direito o nome da ex. Fala se tão de sacanagem comigo ou não? Como é que eu vou sofrer numa situação dessas? Como? Me diz?
Durmo que é uma maravilha. A pele está incrível. A fome voltou. A vida tá de uma chatice ímpar. Alguém pode, por favor, me ajudar? Existe terapia pra tentar ser infeliz? Outro dia até me belisquei pra sofrer um pouquinho. Mas o desgraçado correu pra assoprar e dar beijinho.

t.b

7 de set de 2010

 Às vezes você é tão bobo, e me faz sentir tão boba, que eu tenho pena de como o mundo era bobo antes da gente se conhecer.
Eu descobri que tentar não ser ingênua é a nossa maior ingenuidade, eu descobri que ser inteira não me dá medo porque ser inteira já é ser muito corajosa, eu descobri que vale a pena ficar três horas te olhando sentado num sofá mesmo que o dia esteja explodindo lá fora.
E quando já não sei mais o que sentir por você, eu respiro fundo perto da sua nuca, e começo a querer coisas que eu nem sabia que existiam.

E aí eu só olhei pra bem longe, muito além daquele Sol, e todo o meu passado se pôs junto com ele. E eu senti a alma clarear enquanto o dia escurecia.
Eu preciso disfarçar que não paro mais de rir, mas aí olho pra você e você também está sempre rindo. Se isso não for o motivo para a gente nascer, já não entendo mais nada desse mundo.
E eu tento, ainda refém de algumas células que vez ou outra me invadem, tentar achar defeito na gente, tentar estragar tudo com alguma sujeira.
Mas você me deu preguiça da velha tática de fuga, você me fez dormir um cd inteiro na rede e quando eu acordei o mundo inteiro estava azul.

Engraçado como eu não sei dizer o que eu quero fazer porque nada me parece mais divertido do que simplesmente estar fazendo. Ainda que a gente não esteja fazendo nada.
Eu, que sempre quis desfilar com a minha alegria para provar ao mundo que eu era feliz, só quero me esconder de tudo ao seu lado.
Eu limpei minhas mensagens, eu deletei meus emails, eu matei meus recados, eu estrangulei minhas esperas, eu arregacei as minhas mangas e deixei morrer quem estava embaixo delas. Eu risquei de vez as opções do meu caderninho, eu espremi a água escura do meu coração e ele se inchou de ar limpo, como uma esponja. Você me transformou no eufemismo de mim mesma, me fez sentir a menina com uma flor daquele poema, suavizou meu soco, amoleceu minha marcha e transformou minha dureza em dança. Você quebrou minhas pernas, me fez comprar um vestido cheio de rendas e babados, tirou as pedras da minha mão.
Você diz que me quer com todas as minhas vírgulas, eu te quero como meu ponto final.

(t.b) 
Daí que eu vi o homem mais íntegro que eu podia querer pra mim, com o coração mais lindo que eu já conheci. Daí que eu vi os olhos de menino mais doces que já pude ler. Daí que eu vi toda inocência que eu tanto esperei em alguém, em você. Daí que eu conheci um cavalheirismo com que sempre sonhei. Daí que a gente aprende tanto junto, e isso é tão mágico! Daí que eu me sinto a vontade com você como nunca tinha me sentido com nenhum outro. Então reconheci sua alma logo de cara! Eu me vi em você. Foi isso que eu vi. Foi isso que me fez entender, que era você.
(Retrato-ClaraMaria)

6 de set de 2010

Não é coincidência demais o amor da sua vida aparecer justo na sua vida?

5 de set de 2010

Você é essa força absoluta e avassaladora que jamais precisará abrir a boca para impor sua vitória. Você coloca aquele moletom cinza e eu experimento um guarda-roupas inteiro pra ficar à sua altura.

2 de set de 2010


Dizem que a humanidade produziu grandes passos evolutivos e julgam como progresso todas essas banalidades e agressividades. A falta de foco embaralha as vistas, ofusca mentes que vivem na lúdica idéia de melhoria, considerando essa, a vitória nossa de cada dia.amém.

1 de set de 2010

2.060


Dizem por aí, que bom mesmo é não fazer planos para o futuro, não criar expectativas, manter os pés no chão, principalmente em uma relação afetiva. É expressamente proibido voar alto e imaginar momentos. Mas, e quando os sonhos começam a ser inevitáveis? Quando a vontade de fantasiar a vida é maior do que a razão de ser coerente? Quando se fecha os olhos e a única imagem que aparece é o futuro idealizado? Tudo bem, frustrações são realmente trágicas. Entretanto trágico mesmo é não permitir que sua mente saia da realidade e crie laços futuros.
Eu imagino bordo, coloro, rabisco, apago, corrijo, viro a página, rasgo a folha.
E assim sigo minha vida.
Tudo depende do instante em que a vida para, em que o tempo é dispensável e tudo passa a não ser nada. É o mundo lhe dando a oportunidade de enxergar mesmo que distante, a felicidade desejada.



  • Uma casa sem blindex, um cão chamado Chivas, o filho Pedro Ernesto (sem hiperatividade), o sorriso dele todo dia de manhã, viagens à Islândia, familiares pela casa, churrasco no domingo, piscina sem sol, dias 30 todo mês, torcer com ele pela Argentina, nós num show de axé só pra rimos depois. Natal em família, Pedro no futebol, sermos uma família eremita no Carnaval, Pedro cantando Ai meu deus , o diabo é careta. Enfim, nós ininterruptamente.
Ainda bem
Que você vive comigo
Porque senão
Como seria esta vida?
Sei lá, sei lá
Se há dores tudo fica mais fácil
Seu rosto silencia e faz parar
As flores que me manda são fato
Do nosso cuidado e entrega

Meus beijos sem os seus não dariam
Os dias chegariam sem paixão
Meu corpo sem o seu uma parte
Seria o acaso e não sorte

Nesse mundo de tantos anos
Entre tantos ou outros
Que sorte a nossa hein?
Entre tantas paixões
Esse encontro
Nós dois