15 de set de 2010




A tentativa de se expressar, de exorcizar o que te corrói o peito, de aliviar os pensamentos, já vale a pena. Mesmo que o texto não faça sentido, que as palavras não tenham coerência alguma, que não haja entendimento do leitor, mesmo que pareça um monte de besteiras sem nexos. Vale a pena, sim. Porque de alguma forma a escrita impulsiona a seguirmos em frente, suaviza nossos impulsos e abre caminhos para mudarmos nosso modo de olhar o mundo.
A vocês que escrevem por prazer, por amor, por gostar, por qualquer que seja o motivo, desejo um caminho extenso para que suas palavras encantem cada pedaço de papel, seja pela simplicidade, intensidade, objetividade ou até mesmo pela incoerência. Que a escrita não caia na linha tênue das banalidades. Que sejam iluminadas cada ponta de lápis.

2 comentários:

Löяy Davis.... disse...

Sim. Mto bom "vomitar" palavras. Um verdadeiro alívio imediato.
=)

Priscilla de Faria disse...

Concordo tbm, quer sensação melhor do de alívio ! :)