24 de jan de 2011

Pedagoga.

       Seja o que quiser desde que seja bom naquilo que faça.
Talvez esse seja o meu primeiro conselho de 2011.

   Que não se precisa ser um Médico nem um Advogado famoso para ser bem visto, que uma simples Professora em seu pueril legado deixa bases para raízes profundas na vida de muitas outras pessoas, e que se o trabalho dela não é reconhecido, tive que entender que a sociedade não funciona, e que falha em seus pilares mais importantes, e seja talvez esse o motivo de ver tantos estragos éticos.
          Que não ter o estima  das pessoas por começar a cultivar em minha estrada um caminho diferente dos demais jovens é apenas o início das pedras em minha passagem. Buscar entender as mentes limitadas é um grande começo para transformar as pedras em britas e em seguida em pó, porque afinal, é ao pó que retornaremos, Eu, você, o Médico e o Advogado Famoso.
          Que a minha batalha será  inúmeras vezes mais complexa , e que o dinheiro não virá com a mesma oferta dos demais, que se houver condições terei um carro popular ou não, que chegarei em casa cansada e a pia estará me esperando, mas ainda assim com  todos esses contratempos e dificuldades ,terei orgulho da minha casa, porque será um lar e não um dormitório de pessoas que não se encontram nem se convivem,falta tempo e o trabalho não deixa. Que meus filhos terão minha atenção e serão o que quiserem quando crescer.Que poderão sentar a mesa e falar suas  opiniões sem medo de serem censurados.Que visitas entrem pela porta da frente e se sintam à vontade em meu canto, porque a conversa será simples, ninguém terá receio de parecer atrasado. Na minha vida ninguém preocupará em aparentar nada, que todos possam chegar a mim com a alma limpa e saber que embora eu não seja uma rica Advogada com botox, serei uma rica mulher feliz. Realizada em ter feito tudo como quis, do jeito que quis e pagado o preço de ver caras tortas, sorrisos amarelos ao contar o que faço para viver. Serei bem sucedida, o meu sucesso não se resumirá a dinheiro, não sou tão limitada assim.  Serei responsável pelo futuro do nosso país, e que arriscarei oferecer a educação necessária aos filhos dos pais super atarefados,
            Eu não quero começar essa etapa com receio e timidez de dizer que serei sim, uma educadora. Que terei a mais difícil missão de inspirar os próximos donos do futuro. É isso que importa, o resto são somente efeitos e defeitos da sociedade primata.



3 comentários:

Daniel disse...

nós vamos ter empregadinha nindinha.. ela vai lavar a loucinha pra nós!
ah te amin!

Carol disse...

Oi Marina tudo bom? Acompanho seu blog algum tempo através da Lory e demais...mto bom esse texto viu...precisava lê-lo.bjus

Marina Rosa disse...

Oi Carol,que legal saber que vc acompanha o blog.. =) Obrigada! =) bjuus