20 de jan de 2010

 Tópicos de Caio ..

*Não tenho absolutamente nada contra qualquer coisa que soe a uma tentativa.
*A gente nunca pode julgar o que acontece dentro dos outros
*Cuidado com as ilusões, mocinha, profundas e enganosas feito o mar.
*E que uma palavra ou um gesto, seu ou meu, seria suficiente para modificar nossos roteiros.
*Dane-se. Comigo sempre foi tudo ao contrário
*Mas a verdade é que ainda não quero me prender a nada, a nenhum lugar, a ninguém
*Aos caminhos, eu entrego o nosso encontro
*Natural é as pessoas se encontrarem e se perderem
*É dificil aprisionar os que tem asas
*Tão estranho carregar uma vida inteira no corpo e ninguém suspeitar dos traumas, das quedas, dos medos, dos choros
*Essa morte constante das coisas é o que mais dói
*Venha quando quiser, ligue, chame, escreva - tem espaço na casa e no coração, só não se perca de mim
* Que eu não me perca, que eu não me fira, que não me firam, que eu não fira ninguém
*E, de qualquer forma, às cegas, às tontas, tenho feito o que acredito, do jeito talvez torto que sei fazer
*Mas sempre me pergunto por que, raios, a gente tem que partir. Voltar, depois, quase impossíve
*Não é verdade que as pessoas se repitam. O que se repetem são as situações
*Mudei muito, e não preciso que acreditem na minha mudança para que eu tenha mudado
*Fico vivendo uma vida toda pra dentro, lendo, escrevendo, ouvindo música o tempo todo
 *Desistir não é nobre. E arduamente, não desistimos.

Nenhum comentário: