3 de abr de 2010


Certo dia minha mãe disse que cada um tem que seguir o seu caminho, que não era pra eu me preocupar, ela tinha sonhado com um moço com flores.
Pois é, eu to seguindo, to deixando muita coisa pra trás, to indo em frente, to sentindo um aperto no coração, não quero moço com flores, quero sentimento sincero, quero uma saudade saciável, quero-me sentir segura, quero alguém que pense em mim e em como eu ficaria feliz em vê-lo. Alguém que me ninasse, que não me fizesse sofrer, que fosse o mesmo sempre. Alguém que não me deixasse esperando, que desse valor aos meus valores. Que entendesse minha fragilidade em parecer forte. Que não exaltasse a voz comigo, que não fosse grosso mesmo que tenha motivos, alguém que deixasse tudo pra depois só para me surpreender com um abraço, alguém que trocasse todas as ostentações para ver um longa-metragem chato ao meu lado.Alguém sem mentiras,simples, sem aparências . Quero alguém que aceite meu jeito sem cobrar nada, que me aceite incompleta, alguém que saiba que jamais estarei pronta. Quero alguém que não existe.
Querer a gente sempre quer tanta coisa, eu já pensei em querer que você fosse esse alguém.
Mãe, não quero moço com flores. Flores são enganosas.
Eu já não quero viver por engano.

Nenhum comentário: