27 de fev de 2010

Uns trem aê...


 Saudade não é o que a gente sente quando a pessoa vai embora. Seria muito simples acenar um 'tchau' e contentar-se com as memórias, com o passado. Saudade não é ausência. É a presença, é tentar viver no presente. Saudades são todas as coisas que estão lá para nos dizer que não, a pessoa não foi embora. Muito pelo contrário: ela ficou, e de lá não sai. É o transtorno intermitente e perene de implorar por 'um pouco mais'.
Saudade não é olhar pro lado e dizer "se foi".
É olhar pro lado e perguntar "cadê?".

Nenhum comentário: