26 de out de 2009

É teu moço...

  Moço se você tivesse me ligado, se ainda sentisse aquele amor perpétuo que proferia sentir.
  Se tivesse brotado de surpresa e me acordado de madrugada com um chamado apaixonado.
  Talvez hoje os nossos caminhos não teriam ostentado rumos tão diferentes.
  E agora eu estaria segura com teu abraço protetor.
  Nos éramos jovens demais para compreender a vastidão do amor.
  Nosso sentimento era puro e verdadeiro, não conhecíamos as mazelas do mundo.
  Hoje, anos depois, descrente e sem alento, percebo que o meu coração ainda pulsa por você.
  Esse músculo involuntário dilacera meus anseios e concebe encontros com o passado.
  Mas sei que ainda há tempo, podemos reinventar nossa sintonia.
  O seu doce predileto sempre esteve na geladeira, esperando você voltar.

Marina R. Gontijo Teixeira.

4 comentários:

Igor Feijão disse...

Parabens plo blog! ta bonito esse texto ai! =D

Igor Feijão disse...

Parabens plo blog! ta bonito esse texto ai! =D

Gustavo disse...

Tô seguindo,

Siga-me tnm
http://gustavo-rodrigues.blogspot.com/

[]'s

Murilo F. Souza disse...

gostei muito do texto, esta de parabens *-*

http://partesete.blogspot.com/