25 de jul de 2011

Eu sei que a vida não é um conto de fadas, e que nem sempre o coração sobrepõe-se à razão. Eu sei que sou medrosa, sempre fui, tenho medo até do meu reflexo no espelho, talvez seja pela face desajeitada. Mas, em maioria os meus medos são mais complexos e intensos. Tenho medo de me arriscar em algo que não tenho controle e depois de me ver lutando tanto para fazer as vontades do meu coração, o resultado não ser tão positivo. Tenho medo de não fazer mais parte da tua história, medo de não ser mais lembrada, de não saber sobre sua vida, medo de não ser mais alguém que te escuta nos momentos ruins, de não ser algo para ser visto. Eu tenho medo de te perder de vez, de ser passado enterrado, passado amassado. 

Nenhum comentário: