9 de jul de 2011

“Discretamente, enviei sinais de socorro aos amigos. Ninguém ajudou. Me virei sozinho. Isso me endureceu um pouco mais.”
- Caio Fernando Abreu.

Nenhum comentário: