27 de nov de 2010

Preciso poder contar com você
ter outras eternidades ao seu lado
e me divertir com os caprichos da nossa vontade
Preciso poder explodir nosso big bang
sempre que for necessário um novo começo
ou até mesmo pelo prazer da novidade
Poder te olhar e já entender
sem ser preciso desdizer
nem dizer toda verdade
Poder errar e não me esconder
não ter que ter nenhum poder
e poder não ter
Será querer demais ?
Preciso poder gritar com você
e preservar o respeito em potes transparentes
etiquetados com o prazo de validade
Preciso poder me satisfazer
por estar por perto, mesmo afastado
e confiar, na certeza da cumplicidade
Preciso poder ser impreciso...

[Jay Vaquer]

Nenhum comentário: