11 de ago de 2010

__  O que foi?

( Não quero parecer fugaz,nem desejo que minhas palavras caiam na linha tênue das banalidades. Sinto-me contida em lhe dizer apenas parte da delicadeza do meu pensar. É o tempo que me impede de lhe falar tudo o que edifico em minha cachola.
Minha mente que sempre fora precursora de grandes axiomas, se transforma quando me esbarro pensando em você. Tudo hoje me faz caminhar ao seu encontro, até as pedras desse caminho me prepararam para perceber em você aquele brilho nos olhos, como é mesmo que minha Vó dizia? AH – Tem que oiá bem na menina dos olhos dele, a menina dos olhos não engana, não mente nem trapaceia. Só encanta!
A menina dos seus olhos me contemplou doce e inocente, querendo me proteger contra o mal do mundo e me oferecer às coisas simples e bem vindas.
A menina dos seus olhos é a coisa mais bonitinha desse mundo. )

__ Nada, nada ! =)

Nenhum comentário: