31 de ago de 2010

mudanças..


É que no mundo, me ensinaram que eu deveria ser dura, desconfiada, permanecer sempre com o pé atrás, duvidar de quem se aproximava, ser inflexível. Mas esqueceram de conduzir-me em quais as situações isso seria necessário. E cresci assim, utilizando esses conceitos como base fundamental de todas as minhas ações.
Era fechada, incompreendida, raramente deixava alguém se aproximar. Não sorria muito, mas falava. Ser dura teve seus lados positivos, nunca me anulei, em qualquer que fosse a situação. Faltaram-me apenas, ponderações. Erraram em não me mostrar que um sorriso quebrava qualquer gelo, que ter orgulho era fundamental, mas que ouvir o outro às vezes resolveria grandes mal-entendidos. Errei em não questionar, em não buscar outros caminhos.

Preciso de temperança para rever esses detalhes. Preciso que aqueles que estiverem ao meu lado entendam da necessidade de mudança, o que não significa que estarei deixando meus princípios para trás. Eles permanecem. O que ocorre, nesse tempo, é que meu olhar tem mudado e precisa de um horizonte mais sereno. Dedicar-me mais as delicadezas e derrubar esse muro que me acompanha desde sempre. Aceitar minhas impossibilidades, ouvir mais, esquecer o medo do julgamento. Ser com todos, o que sou com aquele menino. Porque é algo bonito e do bem.

Nenhum comentário: