8 de jun de 2010

Devaneios sinceros..


seria mais fácil fazer como todo mundo faz
o caminho mais curto, produto que rende mais

mas nós dançamos no silêncio
choramos no carnaval
não vemos graça nas gracinhas da tv
morremos de rir no horário eleitoral



mas nós vibramos em outra freqüência
sabemos que não é bem assim
se fosse fácil achar o caminho das pedras
tantas pedras no caminho não seria ruim

(Engenheiros do Hawaii)


Enfim, te escrevo, imaginando o seu sorriso ao ler minhas pequenas palavras. É isso que faço a todo instante que me lembro de ti. Imagino, imagino, e te invento todos os dias em meus olhos. Teu sorriso, tua boca, teu cabelo, teu cheiro, todo seu conjunto completando minhas impossibilidades.
Talvez seja essa minha maior contemplação, te ver vivendo. Eu me realizo em você. Minha vida tão contida, tão centrada, toma um rumo meio lúdico ao te encontrar. Só você tem o poder de me tirar os pés do chão, e com você me sinto inteira, me sinto verdade, me sinto você e te sinto em mim.  
É teu colo que busco, teu afeto e aconchego, teu jeito de não me julgar e tua sinceridade de quem quer bem, você é minha alma lavada. Meu choro sincero, meu sorriso contente. Meu ombro apaixonado, meu menino bonito.
E desejo sempre, dias lindos para você, que nenhuma tristeza ouse te alcançar. Que permaneça jovem, e liberto. Não se aprisiona os que têm asas. Você tem asas lindas, sabe voar, tenha sempre em mim, um pouso, uma calma, um ombro apaixonado.
Você me encanta, saudade sem fim!
Menino pássaro.

Um comentário:

João Augusto. disse...

agora eu fico aqui de nó na garganta.