26 de abr de 2010

Tem tanta loucura e estupidez dentro do meu ser.
Sou arrogantemente simpática
e delicadamente arredia.
Um paradoxo sem solução.

Nenhum comentário: