10 de set de 2009

De coração...

Depois de muito escrever, resolveu então receber dele o que ocorria lá dentro.
Pediu que ao lhe escrever,deixasse nas palavras a sinceridade que a fazia sentir.
“Cara menina, sou um jovem senhor sistemático, quase nunca convivo com pessoas. Tenho angústia delas. São tão iguais e cansativas. Por isso talvez, você sinta minha falta, ando um pouco ausente e desiludido. Peço-lhe desculpas por não ser como os outros corações apaixonados e capazes de fazer loucuras.
Sei que serei coração independente de você. Mas, Menina! Sem seus olhos, os meus raros sentimentos não teriam sentido. Seus olhos têm brilho raro, somente o que é verdadeiro reconhece em você a luz do astro rei.
Sem mais/com tudo, para finalizar apenas um ponto final. Continuemos assim, você por aí descobrindo o mundo e eu te guardando sempre aqui dentro.”
Beijos carinhosos, seu coração.

Um comentário:

Laah disse...

q linduuu meuryyy!